Browse top selling WordPress Themes & Templates on ThemeForest. This list updates every week with the top selling and best WordPress Themes www.bigtheme.net/wordpress/themeforest

Qual a relação entre Estresse, Ansiedade e Esgotamento?

Ansiedade, Estresse, Depressão e Esgotamento são termos de uso comum na vida moderna. E, é claro, ninguém gosta de pensar na Ansiedade, no Estresse, no Esgotamento ou na Depressão como formas de algum transtorno emocional.

Estresse:
Devemos considerar o Estresse uma ocorrência fisiológica e normal no reino animal. O Estresse é a atitude global do organismo necessária para a adaptação à uma nova situação.

Organicamente o Estresse surge quando o indivíduo é submetido à uma situação à qual deve se adaptar, tanto fisicamente, como por exemplo uma cirurgia ou uma infecção, ou emocional, como uma situação de tensão, de medo, de aversão.Para o mecanismo do estresse pouco importa se a pessoa é fisicamente agredida ou se sente emocionalmente agredida: ambas situações desencadeiam o estresse.

Ansiedade:
De modo geral o estresse se traduz na ansiedade, uma atitude fisiológica (normal) e responsável pela adaptação do organismo às diversas solicitações existenciais. A ansiedade proporciona, por exemplo, as mudanças no desempenho físico quando um cachorro feroz avança sobre a pessoa, na fuga de um incêndio, nos apuros no trânsito, diante das agressões e assim por diante.

A ansiedade aparece como um sentimento de apreensão, uma sensação de que algo está para acontecer, representa um contínuo estado de alerta e uma constante pressa em terminar as coisas que ainda nem se começou.

Tirar umas férias para que assim a ansiedade do dia a dia vá embora, engano. Diante da ansiedade as férias são tranquilas e aprazíveis apenas nos primeiros dias, mas logo em seguida surge uma agitação: ou por causa do sentimento de não estar fazendo alguma coisa que deveria estar sendo feita, ou porque há uma apreensão por ter que fazer muito mais quando as férias terminarem.

A natureza foi generosa e previdente oferecendo a atitude da ansiedade ou estresse, entretanto, não havendo um tempo suficiente para a recuperação desse esforço psíquico, ou seja, persistindo continuadamente os os agentes estressores que desencadeiam a ansiedade, os recursos para a adaptação acabam se esgotando. O esgotamento é, como diz o próprio nome, um estado onde nossas reservas de recursos para a adaptação se acabam.

Organicamente, no esgotamento há alterações endócrinas significativas, principalmente nas glândulas suprarrenais, produtoras de adrenalina e cortisol, vindo daí dificuldades no controle da pressão arterial, alterações do ritmo cardíaco, alterações no sistema imunológico, dos níveis de glicose do sangue, entre muitas outras. Psiquicamente a ansiedade crônica ou esgotamento leva à um estado de apatia, desinteresse, desânimo, irritabilidade e de pessimismo em relação à vida.

SINTOMAS ASSOCIADOS À ANSIEDADE CRÔNICA

  • tremores ou sensação de fraqueza
  • tensão ou dor muscular
  • inquietação
  • fadiga fácil
  • falta de ar ou sensação de fôlego curto
  • palpitações
  • sudorese, mãos frias e úmidas
  • boca seca
  • vertigens e tonturas
  • náuseas e diarreia
  • rubor ou calafrios
  • polaciúria (aumento de número de urinadas)
  • bolo na garganta
  • impaciência
  • resposta exagerada à surpresa
  • dificuldade de concentração ou memória prejudicada
  • dificuldade em conciliar e manter o sono
  • irritabilidade

A ajuda de um profissional é muito importante para que a pessoa que está passando por essas fases posse superar e reencontrar o equilíbrio.

Em caso de dúvidas podemos conversar e ver o que seria mais indicado para você. Deixe seu comentário ou se preferir mande uma mensagem em nosso email.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *