Como lidar com Pensamentos Intrusivos?

Antes de aprofundar no assunto, me diz: você sabe o que são pensamentos intrusivos?

Os pensamentos intrusivos são aqueles que surgem em nossa mente e insistem em continuar, mesmo quando não queremos que eles apareçam. Normalmente, são pensamentos negativos, repetitivos e indesejáveis e surgem em forma de preocupações, medos, ou pensamentos ruins. Eles são considerados intrusivos, porque você simplesmente não consegue afastá-los para fora da sua mente, e muitas vezes aparecem em momentos impróprios. Os pensamentos intrusivos também podem ocorrer em flashes, causando ansiedade significativa quando entram na sua mente.

Muitos dos pensamentos intrusivos podem estar associados a algum tipo de transtorno de ansiedade, como:

Fobia social
Transtorno de ansiedade generalizada
Transtorno obsessivo-compulsivo
Transtorno de pânico
Transtorno de stress pós-traumático

No entanto, existem muitos pensamentos intrusivos comuns que podem estar associados a uma preocupação particular ou relacionados com uma situação específica que a pessoa esteja a viver. Apesar de estarem contextualizados, aparecem em momentos inoportunos, causando algum tipo de problema.

Algumas estratégias que facilitam a superação dos pensamentos intrusivos, são:

Não tente eliminá-los a todo custo.
Quanto mais você tentar tirá-los de forma bruta, mas eles tendem a se fixar. Não brigue com os pensamentos, isso só irá lhe perturbar ainda mais. Respire, e com paciência, dê os passos seguintes um de cada vez.

Entenda que é somente um pensamento.
Por mais que seja persistente e incômodo, eles são somente pensamentos e não vão passar disso. As chances de que essas ideias se tornarem reais são praticamente nulas. Por isso, não os alimente e nem dê mais importância do que eles realmente merecem.

Crie gatilhos neutralizadores.
Os gatilhos neutralizadores te ajudarão a ter novamente o controle da sua mente.

Uma forma simples, e até óbvia, de gatilho neutralizador é simplesmente dizer não para sua mente. Pode ser silenciosamente ou até em voz alta, mas diga para ela que não, que você não vai pensar nessa situação absurda e nem se deixar levar por ela.

Pergunte a si mesmo: “Isto definitivamente vai acontecer? Como é que eu sei com toda a certeza?” e “Mesmo se isso acontecer, eu estou 100% certo que as repercussões são exatamente como estou imaginando?”

Sempre que for preciso acione esse gatilho. Chegará um momento que ele não precisará mais ser utilizado.

Mesmo que as sugestões dadas acima ajudem muito no controle das situações em que os pensamentos intrusivos se fazem presentes, a ajuda de um profissional é muito importante também. Só ele poderá lhe ajudar a entender a fundo essa situação, o porquê desses pensamentos e a como resolver isso de maneira definitiva.

Em caso de dúvidas podemos conversar e ver o que seria mais indicado para você. Deixe seu comentário ou se preferir mande uma mensagem em nosso email.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *